Novak Djokovic arrasou o norte-americano Sam Querrey, nesta sexta-feira, para garantir vaga na semifinal do Torneio de Pequim. Atual campeão do ATP 500 chinês, o tenista sérvio venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, em apenas 52 minutos.

Com o novo triunfo na competição, Djokovic se credenciou para enfrentar na próxima fase o francês Richard Gasquet, que horas mais cedo nesta sexta derrotou o espanhol David Ferrer por 6/3 e 6/4.

Atual número 1 do ranking mundial, Djokovic corre o risco de perder a liderança da ATP neste sábado. Para isso acontecer, basta que Rafael Nadal derrote o checo Tomas Berdych na outra semifinal de Pequim, pois o espanhol precisa ser apenas finalista na China para assegurar o seu retorno ao topo.

Mas, independentemente do que acontecer com Nadal neste sábado, Djokovic voltou a mostrar força nesta sexta para dar mais um passo rumo ao bicampeonato em Pequim. Com duas quebras de saque em seis chances no primeiro set, no qual não teve o seu serviço ameaçado, rapidamente fez 6/1 em Querrey. Já na segunda parcial, mais uma vez com duas quebras em seis oportunidades, o sérvio liquidou a fatura em 6/2.

TÓQUIO – Se Djokovic atropelou em Pequim, o argentino Juan Martín del Potro sofreu para confirmar a sua condição de principal favorito ao título do Torneio de Tóquio nesta sexta-feira. O tenista argentino precisou jogar três sets para derrotar o ucraniano Alexandr Dolgopolov, de virada, com parciais de 4/6, 6/4 e 6/2, e ir à semifinal.

Atual sétimo colocado do ranking mundial, Del Potro levou 2h01min para vencer, sendo que teve o saque quebrado pelo seu rival em três oportunidades, mas compensou o fato convertendo cinco de dez break points.

Com o triunfo obtido com um pouco de sofrimento, Del Potro pegará neste sábado o espanhol Nicolás Almagro, que nas quartas de final superou o japonês Kei Nishikori, atual campeão em Tóquio, por 2 sets a 1, com 7/6 (7/2), 5/7 e 6/3.

Já a outra semifinal na capital japonesa irá reunir o canadense Milos Raonic e o croata Ivan Dodig. O primeiro deles avançou nesta sexta ao bater o eslovaco Lukas Lacko por duplo 6/3, enquanto o tenista da Croácia eliminou o finlandês Jarkko Nieminen com parciais de 6/2 e 7/6 (7/3).