O sérvio Novak Djokovic garantiu sua classificação antecipada às semifinais do ATP Finals, em Londres, ao derrotar o argentino Juan Martín del Potro. O número 2 do mundo teve muita dificuldade, principalmente no segundo set, mas conseguiu a vitória por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/3, em 1h54min de partida.

Assim, Djokovic se junta a Rafael Nadal, líder do ranking, que também assegurou vaga antecipada. Com 100% de aproveitamento, após ter batido Roger Federer na estreia, o sérvio lidera o Grupo B. Federer e Del Potro se enfrentarão na última rodada na briga pela outra vaga da chave. Djokovic pegará Richard Gasquet para confirmar a liderança.

O equilíbrio ficou estabelecido durante toda a partida desta quinta-feira. No primeiro set, Djokovic aproveitou melhor os pontos em que acertou o primeiro serviço e pressionou o saque do adversário. Na parcial em que foi mais superior, o sérvio teve cinco oportunidades de quebra, confirmou apenas uma, mas foi o suficiente para sair vencedor.

A desvantagem fez Del Potro acordar e voltar melhor para a segunda parcial. O argentino melhorou o serviço e aproveitou a única oportunidade de quebra que teve para fechar. O set de desempate foi o de maior equilíbrio. Djokovic viu o adversário ameaçar seu serviço por duas vezes, mas salvou ambas. Na única chance que teve, o sérvio conseguiu a quebra necessária e venceu a partida.