Insuperável em 2011, Novak Djokovic fez mais uma vítima nesta sexta-feira. Ele derrotou o americano Mardy Fish por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, e garantiu vaga em sua quarta final neste ano, no Masters 1000 de Miami.

O sérvio buscará o bicampeonato – venceu o torneio em 2007 – diante de Rafael Nadal ou Roger Federer, que disputam a outra semifinal ainda nesta sexta. Djokovic, atual número dois do mundo, fará a final embalado pelos títulos do Aberto da Austrália, do Torneio de Dubai e do Masters de Indian Wells, e por 23 vitórias consecutivas neste ano.

Fish, por sua vez, encerra sua participação em Miami como o novo número 1 dos Estados Unidos, desbancando Andy Roddick. O semifinalista, contudo, perdeu a chance de entrar no top 10 do ranking com a derrota para Djokovic, deixando os Estados Unidos sem representantes entre os dez primeiros colocados da ATP.

A primeira semifinal desta sexta começou com tempo nublado e não demorou para ser interrompida por causa da chuva, quando o set inicial estava empatado em 2/2. Passada meia hora de paralisação, Djokovic impôs seu ritmo dentro de quadra e, com uma quebra de saque, fechou a primeira parcial. Fish ainda teve duas boas chances de devolver a quebra, mas mostrou afobação e desperdiçou as oportunidades.

Desanimado pelas chances perdidas, o americano caiu de ritmo e perdeu seu serviço logo no primeiro game do segundo set. Fish excedia nas falhas e facilitava a vida de Djokovic – foram 24 erros não forçados, contra 16 do sérvio. O número dois do mundo aproveitou os vacilos do rival e encaminhou o triunfo com tranquilidade, em 1h25min de partida.