O paulista Álvaro Affonso de Miranda Neto, o Doda, assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro de Saltos, na Sociedade Hípica do Rio, com um total de 1,70 pontos perdidos, contra 7,06 de César Almeida, o segundo. Ontem foram disputadas duas provas de percursos idênticos, com obstáculos de 1,50m, no somatório geral Doda venceu montando Audi Oliver Mettodo e terminou em terceiro com o cavalo Audi San Diego. Já o título por equipes assegurado ontem por São Paulo.

“Zerei o percurso duas vezes com o Oliver e apenas uma com o Audi San Diego. Foi um dia perfeito e agora estou mais perto do campeonato”, disse Doda. “Mas domingo (amanhã) será uma prova com dois percursos distintos, com obstáculos mais altos e, com certeza, não será fácil.” Um dos principais atrativos do Brasileiro deste ano é que o vencedor assegurará automaticamente uma das cinco vagas para a disputa dos Jogos Pan-Americanos de São Domingos. E, paralelo à competição nacional acontece a penúltima para a República Dominicana, que também distribuirá uma vaga. As outras três vagas serão distribuídas pela Confederação Brasileira de Hipismo.

César Almeida, segundo no Brasileiro, lidera a seletiva que terá a última etapa realizada em São Paulo, no final de junho. “Essa é a vantagem de se ter dois cavalos regulares. Cheguei aqui liderando com o Chapman Rouge, e hoje me sai melhor com o Limerick 53”, contou. O título brasileiro será decidido neste domingo, quando acontecerá a última etapa da disputa.

Campeão

Com os resultados das provas desta sexta, São Paulo conquistou o Brasileiro por equipes. O time paulista, que deixou os cariocas com a segunda colocação, é formado por César Almeida montando Chapman Rouge; Doda, San Diego; Marcello Artiaga A. Castro, Night Lover da Mata; e Claudia Itajahy, Van Gogh. “Essa competição é muito saudável. Um ano ganha ou Rio, outro São Paulo. Essas são as duas potências do hipismo nacional”, disse Almeida.