O xeque Mansour bin Zayed al-Nayan, dono do Manchester City, é o cidadão mais rico do futebol britânico, de acordo com levantamento da revista Four Four Two. Ele adquiriu o clube do brasileiro Robinho no início da última temporada do futebol europeu e acumula uma fortuna de 15 bilhões de libras (aproximadamente R$ 50 bilhões).

Lakshmi Mittal, que se juntou a Bernie Ecclestone e a Flávio Briatore para investir no Queen’s Park Rangers, clube da segunda divisão do futebol inglês, está em segundo lugar na lista, com 12,5 bilhões de libras.

O russo Roman Abramovich que está no comando do Chelsea há cinco anos e perdeu parte de sua fortuna com a crise financeira é o terceiro homem mais rico do futebol britânico, com 7 bilhões de libras.

Fabio Capello, técnico da seleção inglesa, também está na lista dos 100 mais ricos. O italiano acumula 25 milhões de libras. Além disso, recebe 6 milhões de libras anuais da Federação Inglesa e possui 10 milhões de libras em obras de arte.

Confira a lista dos 10 mais ricos do futebol britânico:

1) Xeque Mansour bin Zayed al Nahyan (Manchester City) – 15 bilhões de libras

2) Lakshmi Mittal e família (Queen’s Park Rangers) – 12,5 bilhões de libras

3) Roman Abramovich (Chelsea) – 7 bilhões de libras

4) Joe Lewis (Tottenham Hotspur) – 2,5 bilhões de libras

5) Bernie e Slavica Ecclestone (Queen’s Park Rangers) – 2,4 bilhões de libras

6) Stanley Kroenke (Arsenal) – 2,24 bilhões de libras

7) Alisher Usmanov (Arsenal) – 1,5 bilhão de libras

8) Lorde Grantchester e família Moores (Everton) – 1,2 bilhão de libras

8) Dermot Desmond (Celtic) – 1,2 bilhão de libras

10) Lord Ashcroft (Watford) – 1,1 bilhão de libras

10) Malcolm Glazer e família (Manchester United) – 1,1 bilhão de libras