O técnico Dorival Júnior lamentou os gols em jogadas de bola parada sofridos pelo Internacional na derrota por 2 a 1 para o Fluminense, quinta-feira, que provocaram a eliminação da equipe nas oitavas de final da Libertadores. Para o treinador, a equipe poderia ter deixando o Engenhão classificada, principalmente pela luta demonstrada, mas pecou nessas jogadas e, com isso, deixou o torneio continental.

“Por tudo que jogamos poderíamos ter passado, e a vaga não seria contestada de maneira nenhuma. Você vê o seu time lutando, jogando e buscando o gol a todo momento e, de repente, levando gols de bola parada. Não tínhamos sofrido gols dessa maneira nesse ano ainda. O Fluminense teve méritos, mas o Inter poderia ter tido uma sorte melhor por tudo que realizou”, analisou o técnico Dorival Júnior”, afirmou.

Eliminado da Libertadores, resta ao Inter a possibilidade de conquistar o título do Campeonato Gaúcho. Após empatar no jogo de ida por 1 a 1, a equipe recebe o Caxias no domingo no Beira-Rio. “Não temos mais que pensar na Libertadores. Agora temos que pensar na final do Gauchão e buscar o título”, disse o diretor técnico Fernandão.

O presidente Giovanni Luigi garantiu ter aprovado o desempenho do Inter diante do Fluminense e prometeu que o time vai lutar pelo título do Campeonato Brasileiro. “Jogamos de igual pra igual e merecíamos no mínimo o 2 a 2. O Internacional mais uma vez mostrou virtudes. Agora temos que buscar a energia necessária para o jogo de domingo. E daqui a 10 dias vamos entrar no Brasileirão em busca do título”, projetou.