O Vasco já teve uma liderança tranquila na Série B, com boa vantagem. Mas as últimas três rodadas sem vitórias fizeram com que a primeira posição ficasse ameaçada, podendo ser perdida nesta terça-feira, caso o time carioca não vença o Vila Nova em São Januário. Para a partida em casa, o técnico Dorival Júnior quer o apoio da torcida, apesar de não aprovar o comportamento de parte dela.

“Que vá para campo o torcedor que quer incentivar e ajudar o time. Quando a torcida esteve do nosso lado, crescemos. Quando houve contestação, não conseguimos produzir”, disse nesta segunda-feira o treinador, que espera não ouvir vaias novamente. “Essa meia dúzia (de descontentes) não pode calar a massa. A maioria tem de abafar”, pediu Dorival.

Apesar dos apelos do técnico vascaíno, São Januário não deve receber um bom público. Além da sequência sem vitórias – uma derrota e dois empates -, os jogos de terça à noite não têm animado os torcedores. Para piorar, o Vasco ainda terá o desfalque de seu principal jogador, o meia Carlos Alberto. Suspenso, ele não poderá atuar, assim como o atacante Rodrigo Pimpão.

Para substituir os ausentes, Dorival deve escalar Alan no meio-campo e formar a dupla de ataque com Élton e Aloísio. Assim, o Vasco terá a seguinte formação: Fernando Prass; Paulo Sérgio, Fernando, Gian e Pará; Amaral, Nilton, Alan e Fumagalli; Elton e Aloísio.