Foto: Allan Costa Pinto

Douglas Silva ganha nova chance de começar jogando amanhã contra o Adap Galo.

Como não poderia deixar de ser, as duas derrotas seguidas (Toledo e J. Malucelli) fizeram vítimas no Coritiba, que encara amanhã o Adap Galo. Descontente, o técnico Dorival Júnior sacou Veiga e Henrique Dias e vai de Douglas Silva e Carlinhos Paraíba, respectivamente, contra a equipe de Maringá.

Com a nova formação, o Alviverde tem a missão de vencer, para afastar a crise que ronda o Alto da Glória e que já derrubou dois dirigentes. O confronto está programado para as 18h10, no Couto.

?Fico feliz de ter a oportunidade de novo e espero corresponder à altura para ajudar a equipe a conquistar as vitórias, ainda mais nesse momento difícil?, comemora o volante Douglas Silva. Ele diz que para reverter o mau momento na competição a equipe precisa jogar bem contra Adap e Toledo. ?Agora são jogos muito difíceis, vacilamos, erramos o bastante e agora é o momento de acertar?, projeta o jogador.

Quem também vibra com a chance é o meia Carlinhos Paraíba. ?Espero entrar bem e ajudar a equipe da melhor forma possível e que a gente tenha condição de buscar os seis pontos. Mas primeiros, pensar nos três pontos dessa partida?, destaca o meia. Até aqui, ele jogou duas vezes entrando na segunda etapa e será titular pela primeira vez. Na formação apresentada ontem, Marlos será adiantado para atuar ao lado de Keirrison.

E o treinador alviverde explica as alterações. ?Mudamos sim, pela necessidade de resultados, e o fato de mudarmos não significa que os jogadores que saíram sejam culpados por resultados anteriores. Isso é apenas uma condição que procuro dentro do elenco. Eles conhecem minha filosofia, penso no grupo e sobretudo nos resultados?, analisa Júnior. Hoje, a equipe trabalha no CT da Graciosa e já entra em regime de concentração.

Borba Filho pode pintar no Coxa

Depois de baixar um pouco a poeira, a diretoria do Coritiba começa efetivamente hoje a busca por um novo ?homem forte do futebol?. Por enquanto ninguém confirma, mas Borba Filho poderia ser o novo coordenador remunerado para assumir o setor, que ficou nas mãos de Homero Halila interinamente. O profissional a ser contratado precisa estar atualizado com o futebol brasileiro e ter experiência de comando, para ser o elo entre jogadores e comissão técnica com a diretoria.

?Amanhã (hoje), estaremos reunidos e aí a gente vai pensar no que fazer?, disse o presidente Jair Cirino dos Santos o Paraná-Online no final da tarde de ontem. Ele estava chegando de Belo Horizonte, onde foi prestigiar as solenidades de comemoração dos 100 anos do Atlético-MG. Por isso, a reunião ficou para hoje. De qualquer forma, ele descartou os nomes especulados como Evair (que está fora porque prefere ser treinador e acertou com Anápolis/GO) e Borba Filho (ex-Atlético). ?Não tem nada, só amanhã (hoje)?, desconversou.

No entanto, o ex-treinador tem bom trânsito no Alto da Glória e seu nome vem sendo bastante ventilado. ?Não tem nada, é só especulação?, limitou-se a dizer Borba, que já treinou o Coritiba com sucesso em várias oportunidades. O último emprego ligado ao futebol foi no rival (Atlético), onde fazia o papel de descobrir de talentos. Foi dele o aval para as contratações dos colombianos Ferreira e Valencia. Concorrentes nas eleições passadas, Domingos Moro e João Carlos Vialle nem foram cogitados, apesar do desejo de parte dos torcedores.