O Chelsea pouco se importou com a pressão imposta pelo Manchester United no sábado. E com dois gols do atacante Drogba, passou com tranquilidade pelo Arsenal por 2 a 0, neste domingo, no Stamford Bridge, e reassumiu a primeira colocação do Campeonato Inglês.

A equipe londrina havia caído para a segunda colocação após a goleada do Manchester sobre o Portsmouth. E para retomar a liderança, precisava vencer o clássico contra o Arsenal. Assim, chegou aos 58 pontos e abriu dois de vantagem para o adversário.

Já o time de Arsène Wenger chegou a terceira partida consecutiva sem vitória e cada vez mais se distancia da luta pelo título: está com 49 pontos, na terceira posição.

O clássico deste domingo era cercado por grande expectativa e prometia ser emocionante. Mas Drogba demonstrou mais uma vez seu poder de decisão e precisou de apenas 23 minutos para definir o confronto.

Logo aos sete minutos, o atacante aproveitou desvio do zagueiro Terry e completou para as redes. Em desvantagem, o Arsenal saiu em busca do empate e criou até algumas boas oportunidades, quando a estrela de Drogba brilhou novamente aos 23: após receber lançamento, ele invadiu a área e bateu forte, dando boa vantagem ao Chelsea.

A etapa final foi quase toda dominada pelo Arsenal, mas foi a equipe mandante quem esteve mais próxima do gol em cobrança de falta no travessão batida por Drogba. Substituído no final da partida, o atacante foi ovacionado pela torcida.

Ainda neste domingo, o Birmingham venceu o Wolverhampton em casa por 2 a 1, de virada, com dois gols marcados por Phillips nos dez minutos finais da partida. Assim, chegou aos 37 pontos e se manteve na oitava colocação.