O Atlético voltou a sofrer duas derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro. Sem inspiração, o Rubro-Negro foi goleado pelo Botafogo por 4 x 0, anteontem, no Maracanã, caiu para a 4.ª posição na classificação. Ainda no G4 do Brasileirão, o time atleticano queimou a gordura que tinha e viu a diferença diminuir para apenas um ponto em relação ao próprio time botafoguense, que ocupa a quinta colocação na classificação. Pressionado novamente na competição nacional, o Furacão vira a chave e volta as suas atenções para o primeiro duelo da decisão da Copa do Brasil diante do Flamengo, quarta-feira, às 21h50, na Vila Capanema.

Dos 35 jogos que fez até agora no Campeonato Brasileiro, esta foi a segunda vez que o Atlético amargou duas derrotas consecutivas na competição nacional. Havia acontecido no início do 2.º turno, quando perdeu para o Vitória, na Vila Capanema, por 5 x 3, e para o Grêmio, em Porto Alegre, por 1 x 0. Porém, na oportunidade, o time atleticano viu a diferença para o rubro-negro baiano, que era o primeiro time fora do G4, cair para quatro pontos.

Depois de poupar meio time diante do Criciúma e perder no interior de Santa Catarina, o Atlético foi quase completo para o duelo contra o Botafogo, que foi taxado como decisivo por jogadores e comissão técnica do Furacão. Entretanto, o time atleticano não entrou com esse espírito de decisão e foi dominado facilmente pelo time carioca.

Assim, o gol da equipe botafoguense demorou 27 minutos para sair. Depois do cruzamento, Seedorf ajeitou e Elias aproveitou a falha do zagueiro Manoel para abrir o placar. Entregue, o Atlético viu o Botafogo ampliar a vantagem ainda na etapa inicial. Aos 36, em nova falha da defesa rubro-negra, Hyuri tocou para Seedorf, livre, mandar para a rede e fazer o segundo.

A entrada do atacante Dellatorre no lugar do meio-campo Fran Mérida fez o Atlético melhorar um pouco, mas não o suficiente para diminuir a diferença no placar. Mais ofensivo, o time atleticano passou a dar mais espaços ao alvinegro carioca, que tentava explorar os contra-ataques. A situação para o Furacão ficou ainda pior quando o lateral-direito Léo, aos 28 minutos, foi expulso.

Com um jogador a mais, o time botafoguense retomou o domínio da partida e encaminhou a goleada aos 32 minutos. Depois do cruzamento de Seedorf, Bruno Mendes tocou no canto de Weverton e fez o terceiro. Ainda cabia mais. Atordoado, o time atleticano não esboçava reação. Melhor para o Botafogo, que fechou a goleada aos 36 minutos. Em boa jogada de Lima, pela esquerda, a zaga rubro-negra falhou de novo e Bruno Mendes marcou mais um para definir o placar elástico no Maracanã.

Concentração

O elenco atleticano começou a viver ontem à noite a decisão da Copa do Brasil, diante do Flamengo. Depois de chegar no início da tarde de ontem, em Curitiba, os jogadores rubro-negros iniciaram a concentração ontem à noite, no CT do Caju, local que ficarão até momentos antes da partida contra a equipe flameguista. Antes da partida, o técnico Vagner Mancini vai comandar dois treinamentos. O primeiro hoje às 9h30, e o último amanhã, às 16h.