Os pilotos paranaenses Emerson Duda e Kau Machado chegaram quinta-feira ao Rio de Janeiro, onde acontece, amanhã, a última etapa da Copa Petrobras Pick-up Racing. Tendo como palco o Autódromo Nelson Piquet, os dois pilotos esperam trazer ao Paraná muito mais que o troféu. Duda, que com o recurso julgado na tarde de quarta-feira pela CBA "Confederação Brasileira de Automobilismo), onde o piloto João Campos recuperou os pontos perdidos na última etapa por ter batido na pick-up de outro piloto, passa a ocupar o terceiro na tabela, quer voltar com o título, mesmo ciente das dificuldades que vai enfrentar, e Kau espera voltar para o quatro lugar da tabela, já que para ele a temporada 2004 foi marcada por muitas quebras no equipamento.

E a meta começa nos primeiros treinos de hoje, onde serão conferidos se os acertos realizados depois da etapa de São Paulo, no dia 14 de novembro, surtiram os efeitos esperados. As duas Rangers passaram por uma vistoria completa nesse mês de recesso, para que fosse certificado que nenhum problema acometa os carros nessa última etapa tão decisiva. Duda, que é o vice-campeão da categoria há dois anos, precisa da vitória e também, que os gaúchos Nelson Bazzo e João Campos não cruzem a linha de chegada entre os cinco e sétimo primeiros lugares, respectivamente. "Estou entrando nessa corrida pra ganhar. Nesse caso, outro resultado não me importa. Não quero pensar em outra coisa, no que aconteceu fora da pista, porque estou fazendo o meu trabalho limpo. Fizemos um up-grade de Interlagos, estamos com todos os problemas sanados. Agora, as conseqüências disso virão na pista. Tenho também um bom retrospecto do Rio, sempre andei muito bem aqui. Há dois anos que largo na primeira fila. É repetir isso", diz Duda, mostrando-se bastante confiante.

Tão confiante quanto Duda, está Kau, que espera subir da quinta posição na classificação para a quarta. Com muitos problemas ao longo da temporada 2004, com quebras no motor que o tiraram de várias disputas, o paranaense quer voltar a ocupar o quarto posto geral que era dele até a penúltima etapa, em Interlagos. Com bastante experiência no traçado carioca – Kau foi o vencedor da etapa em 2002 e estava ocupando a terceira colocação em 2003 quando sofreu uma pane seca – ele diz que dessa vez quer repetir o pódio de dois anos atrás. "Gosto de correr aqui, considero uma das pistas mais seletivas do País, onde se mostra muito o talento do piloto. Pra mim, essa foi a pior temporada que tive. Andei com um orçamento inferior aos outros anos e tive muitos problemas com a pick-up. Então, se eu conseguir fechar o ano em quarto, já me considero um campeão dentro das condições que enfrentei, de todas as adversidades que passei. Vou entrar na pista pra isso", explica Kau, que tem 47 pontos, três a menos que o quarto colocado, o mato-grossense Gustavo Sculotti.

Os pilotos da Pick-up Racing entram na pista para os primeiros treinos apenas hoje pela manhã. Logo em seguida, acontece a tomada de tempos que define o grid de largada. A prova acontece no domingo à tarde. A Copa Petrobras Pick-up Racing é a primeira categoria do automobilismo mundial a utilizar o Gás Natural Veicular (GNV) como combustível.