O confronto Náutico e Atlético será o mais aguardado da rodada para as equipes que lutam para não cair. Uma vitória do Rubro-Negro acabaria com o risco de queda e deixaria a luta pela degola ainda mais equilibrada, pois daria aspirações a Portuguesa, Vasco e Figueirense, desde que essas equipes somem pontos em seus compromissos.

A derrota e até mesmo um empate, em Pernambuco, incluiria definitivamente o Alvirrubro na briga para escapar do rebaixamento. “Contra o Náutico será uma final e temos que entrar mais ligados. Eles vão tentar complicar para nós de todos os jeitos. O treinador do Náutico (Roberto Fernandes) conhece muito bem nosso grupo e sabemos que precisamos de um bom resultado, somar pelo menos um ponto. Não podemos perder”, afirmou o zagueiro Antônio Carlos.

Se bem que se o Atlético for derrotado em Recife e Portuguesa, Vasco e Figueirense também perderem seus jogos, o time de Geninho está livre da Segundona. Mas como no futebol tudo pode acontecer, o melhor mesmo é vencer o Náutico e não depender de ninguém para continuar na elite do futebol brasileiro.

Preparação

Para encarar o Náutico, Geninho iniciou na tarde de ontem o treinamento para definir a sua equipe. O técnico poderá contar com todo o elenco à disposição, pois não tem problemas com atletas lesionados ou suspensos.

Porém, a falta de atitude apresentada pelos jogadores no primeiro tempo contra o Botafogo deverá fazer com que o treinador promova mudanças na equipe titular.