A participação do público ajudou a “acelerar” a 2.ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, neste fim de semana, em Carlos Barbosa (RS). Os 25 mil torcedores que superlotaram o motódromo da cidade vibraram a cada volta e receberam “nota um milhão” de Antônio Jorge Balbi Júnior, o vencedor da 250cc.

Nem mesmo a concorrência do mais tradicional clássico do futebol gaúcho, o Gre-Nal, entre Grêmio e Internacional, disputado a pouco mais de 15 km da cidade, em Bento Gonçalves, e a Fórmula Truck, em Guaporé, afetaram a participação popular na prova. “Da pista dava para sentir a vibração do público. Fiquei muito contente por, novamente, ver as arquibancas cheias”, afirmou Eduardo Saçaki, o “Japonês Voador”, vencedor da categoria Open.

A primeira mostra do interesse da torcida local pelo motocross foi dada no sábado, quando seis mil pessoas compareceram ao motódromo para assistir aos treinos. Com o tempo bom do domingo, ainda mais gente compareceu. “Aqui não tem explicação. Esta torcida está sempre presente”, destacou o catarinense Milton Becker, o Chumbinho, segundo colocado na Open.

Com tanta gente na torcida, o resultado não poderia ser outro: muitos “pegas” e emoções em todas as categorias. Na Open, que abriu a disputa, o vencedor Eduardo Saçaki confirmou a boa fase e a condição de candidato ao título da temporada, já que também ganhou a primeira etapa, disputada em Indaiatuba (SP).

Saçaki travou um sensacional duelo pela primeira colocação com o catarinense Cássio Garcia desde a largada. Conseguiu assumir a liderança da prova na décima volta. Cássio tentou dar o troco, mas caiu na 14.ª volta e abriu caminho para a vitória de Saçaki.

Na 60cc, o paulista Hector Freitas Assunção foi o vencedor, seguido por Gabriel Bitencourt (Santa Catarina) e Gustavo Focchesato, do Rio Grande do Sul. Thales Vilardi Felix da Silva foi o campeão da 80cc, seguido por Lucas Stein Cattoni e Gustavo Pereira do Amaral.

Na 125cc, mais uma vez a “briga” foi boa pela primeira colocação. No fim deu o paulista Rafael Zenni, que disparou na liderança da categoria com duas vitórias consecutivas. “Não tive uma boa largada, mas consegui fazer boas ultrapassagens e me recuperei”, afirmou Zenni. “Vou treinar muito mais, pois quero lutar pelo título”, afirmou.

Outro que disparou na liderança do brasileiro foi Antônio Jorge Balbi Júnior, que também venceu as duas primeiras etapas da categoria 250cc. “Vou continuar trabalhando duro para conquistar novas vitórias. Por enquanto foram apenas duas, em um total de oito etapas”, declarou.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross será disputada nos dias 1 e 2 de maio, em Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo.

O Brasileiro de Motocross é organizado e promovido pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e tem patrocínio da Honda, Mobil e Dunas Race.

Carlos Barbosa (RS) ? VipComm