O técnico Dunga afirmou nesta terça-feira que o desgaste dos jogadores da seleção brasileira no empate com o Equador pode interferir na escalação da equipe para o jogo contra o Peru, quarta, em Porto Alegre. O treinador preferiu não confirmar o retorno de Kaká ao time titular.

“Ainda vamos ver o resultado dos testes dos jogadores, já que o desgaste no Equador foi grande e cada jogador reage diferente. Só depois disso é que vou definir como escalarei o time”, afirmou Dunga, em entrevista ao programa Arena SporTV.

O treinador da seleção brasileira acredita que a mudança de postura da equipe pode acontecer mesmo sem a alteração do time. “Precisamos ter coerência no trabalho e não adianta apenas mudar os nomes. Posso alterar a forma de atuar ao adotar um posicionamento diferente. Tudo vai depender do jogo”, disse.