Demitido depois de quatro derrotas seguidas no comando do Internacional, Dunga se manifestou na tarde desta sexta-feira por meio do seu site oficial. O treinador agradeceu a oportunidade de treinar o time no qual fez história como jogador e afirmou que continua sendo torcedor colorado. No texto, ainda pediu desculpas e disse que não sai do clube com rancores, “somente a frustração de não ter proporcionado melhores resultados e conquistas”.

“Deixo a comissão técnica, mas continuo torcedor do nosso ‘Colorado’ de muitas glórias, pois paixão e amor são sentimentos enraizados no meu coração e que não foram afetados pelo eventual insucesso no exercício da minha atual atividade profissional”, escreveu Dunga, tentando dissociar sua história como jogador e sua passagem como treinador.

O ídolo colorado emitiu nota no seu site oficial para agradecer a todos que trabalharam com ele no clube gaúcho. “Agradeço a confiança e a oportunidade a mim concedidas. Em especial, agradeço, também, à imensa torcida do Internacional, à minha família e aos meus amigos pelo apoio e compreensão para comigo e com os demais membros da comissão técnica”, escreveu.

Dunga ainda complementou: “Aos atletas, agradeço-lhes pelo respeito, lealdade, seriedade e pela conquista alcançada em 2013, desejando-lhes sucesso nas competições em andamento, salientando que continuarei torcendo para o êxito do grupo de jogadores e, por consequência, do Inter”.