Em sua mais recente ação trabalhista contra seu o ex-clube Vasco, o polêmico Edmundo exigiu que a dívida do clube com o jogador fosse paga com a penhora dos bens do presidente e do vice-presidente vascaínos, Eurico Miranda e José Luis Moreira, respectivamente.