Barrado há cerca de um mês sua última partida foi contra o Iraty, no dia 15 de fevereiro, o ala Edu Silva garante estar pronto para a volta ao time. Sem mágoas, afirmou que entendeu a opção da comissão técnica à época. “A equipe vinha mal e aí é impossível não mexer.” Edu Silva, porém, vê no jogo desta noite a chance de recuperar a condição de titular.

“Estou trabalhando pra isso. O Paraná vive um novo momento e quero mostrar meu futebol, o que não aconteceu naquelas primeiras rodadas”, afirmou o jogador.

Edu Silva atuou nos cinco primeiros jogos e bastou a chegada de Fabinho para ele ter a sua posição ameaçada. “Espero fazer um grande jogo frente ao Rio Branco para entrar nessa briga.” A má imagem deixada no início da temporada custou a Edu Silva até um lugar no banco de reservas.

Depois que deixou o time, foi pouco relacionado e só agora, com a chegada de Wagner Velloso e a suspensão de Fabinho é que terá nova oportunidade. Edu Silva, aliás, terá dois jogos seguidos para mostrar “que tem bola” pra jogar no Paraná Clube. Como Fabinho já recebera o terceiro amarelo e ainda foi expulso “direto”, fica fora hoje e também do duelo contra o Foz do Iguaçu fora de casa no próximo sábado.

No treino de ontem, Velloso cobrou muito a participação ofensiva de Edu Silva, numa troca constante com Bruninho, que tem por caracterí tica explorar os espaços pelo lado esquerdo do campo.

“Jogamos em casa e precisamos da vitória. Então, o jeito é atacar.” O treinador conversou com Edu Silva, mostrando que o Paraná passa por um novo momento e nessa “vida nova”, precisa de todos os jogadores motivados e prontos para atuar nessas três decisões que o Tricolor tem pela frente.