O técnico Eduardo Baptista criticou a postura do time após a derrota do Palmeiras por 3 a 0 para a Ponte Preta, neste domingo, em Campinas (SP), no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista. O resultado dificulta as chances de a equipe se classificar à final do Estadual.

Eduardo Baptista fez uma paralelo entre a desastrosa derrota deste domingo com a vitória obtida nos acréscimos na última quarta-feira contra o Peñarol, pela Copa Libertadores. “Hoje (domingo) ficamos sem reação. Não foi o Palmeiras do último jogo. Aquele time não veio a Campinas”.

Para o treinador, o time não teve reação após sofrer o primeiro gol, logo aos 38 segundos de jogo. “Tomamos o gol muito cedo, entramos sem reação. Demoramos para entrar no jogo e pagamos caro”, afirmou Eduardo Baptista. “Essa passividade não pode acontecer mais”.

O jogo está marcado para sábado no estádio Allianz Parque, em São Paulo. O Palmeiras precisa vencer por 4 a 0 para não depender das penalidades. A vantagem é que desta vez a equipe alviverde terá uma semana inteira para se preparar. Não há jogos pela Libertadores neste meio de semana.