Enquanto o time do Atlético luta para escapar da Série B do Brasileirão, nos bastidores a batalha é outra. As eleições seguem a todo vapor, com as chapas Paixão pelo Furacão e CapGigante buscando estratégias para convencer os mais de 8 mil eleitores. Mas é a partir do dia 5 de dezembro, dez dias antes da votação, que o pleito deve ganhar mais força. Com o término do Campeonato Brasileiro, os grupos concorrentes tendem a abrir fogo cruzado.

Os dois lados já estão armados, tanto de propostas como de vasto material para atacar o oponente. Por hora, é o time que está segurando esse arsenal. Enquanto o Furacão não terminar sua saga no Brasileiro, ninguém vai se manifestar de maneira mais pesada, para não virar um peso a mais contra o clube.

Nesta briga prévia pela presidência, o grupo liderado pelo ex-vice-presidente Ênio Fornéa estaria em vantagem, já com a lista de votantes em mãos. Já o ex-presidente Mário Celso Petraglia tem reclamado constantemente por não ter acesso aos nomes.

A junta eleitoral informou que no dia 30 a listagem será deixada à disposição no clube. A lista oficial tem data marcada para sair devido à necessidade de os sócios deixarem em dia a mensalidade de novembro -caso contrário, perdem o direito ao voto. O torcedor que participará do pleito precisa acertar as contas com o clube até dia 29 de novembro.

Enquanto isso, os dois grupos vão realizando eventos para atrair os eleitores. Na noite de quinta-feira, a chapa Paixão pelo Furacão teve uma nova reunião com candidatos a conselheiro e eleitores. No domingo, o grupo vai reunir eleitores e torcedores em seu comitê. O atrativo é um telão com transmissão don jogo e confraternização. Hoje, quem vai às ruas é Petraglia. Às 11h, a chapa Cap Gigante fará uma carreta com cerca de duas horas de duração, o itinerário terminará na Rua Brigadeiro Franco, onde será inaugurado o comitê da campanha.