O elenco do Paraná também sentiu o baque da saída do técnico Claudinei Oliveira. O ex-treinador era muito bem quisto por todo grupo e segurou a onda diante de vários problemas financeiros e estruturais.

A notícia chegou ao grupo através das redes sociais, pois ontem foi folga para todos os jogadores. “Todos ficaram surpresos, não se esperava. Mas no futebol isto pode acontecer porque ele estava fazendo um bom trabalho. Lembro que cheguei a comentar com um amigo e falei que era questão de tempo a permanência dele no Paraná”, disse Lúcio Flávio, em entrevista ao Paraná Online.

O grupo volta aos treinamentos hoje e aumenta a expectativa quanto à produção do time nas próximas rodadas. Claudinei Oliveira arrumou a equipe e chegou a dizer que a formação estava encaixada, usando jogadores pedidos por ele como Lucas Otávio e Tiago Alves. “Pelo momento, o Paraná perde muito e ele criou um ambiente bom com os atletas. É uma pessoa qualificada no que faz e sentiremos falta”, afirmou o capitão.

Auxiliar no comando

O auxiliar Luciano Gusso comanda os treinamentos hoje e pode, nos próximos dias, ser efetivado no cargo. A direção estuda as possibilidades de contratar um técnico mais experiente, mas a questão financeira pode impedir esta ação. A efetivação de Gusso seria bem aceita pelos atletas e o profissional tem amplo conhecimento da equipe e até mesmo das dificuldades vivenciadas pelo clube.

“Apesar do pouco tempo que ele tem no profissional, possui muitas qualidades e é preciso dar oportunidade. Se tem que escolher o momento, o melhor é agora. O time está com padrão de jogo e está conseguindo bons resultados”, concluiu Lúcio Flávio.

Próximo compromisso do Paraná pela Segundona é contra o Joinville, fora de casa.

Paraná Online no Facebook