Felipe Massa lamentou as dificuldades encontradas durante o GP da Bélgica, neste domingo, no Circuito de Spa-Francorchamps. O brasileiro teve uma largada ruim e, no decorrer da prova, sofreu com as falhas no Kers (sistema de recuperação de energia) e na comunicação com os boxes.

“Em algumas voltas, meu volante apagou e não funcionava nada. Eu conseguia falar com a equipe, o rádio funcionava”, disse o brasileiro, em entrevista à TV Globo. “Nós temos um botão embaixo do painel que dá para usar o rádio. Não conseguia ver nada ou usar o Kers, o que foi um grande problema, muito ruim. Depois de algumas voltas voltou, apagou de novo, depois voltou”.

Os problemas técnicos agravaram as dificuldades do brasileiro na prova. Massa chegou a sair bem, mas perdeu posições na primeira curva do traçado. Caiu de 10º para 12º. Mesmo assim, conseguiu terminar em 7º – seu companheiro Fernando Alonso foi o segundo colocado.

“Acho que o problema maior da minha corrida foi a primeira curva. Kimi [Raikkonen] veio pra cima de mim por fora, tive que frear e perdi quatro, cinco posições e um bom tempo também. E depois, foi difícil recuperar”, comentou Massa.