O Flamengo enfrenta o Joinville neste domingo, às 11 horas, no estádio do Maracanã, no Rio, em partida válida pela 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro carioca busca a vitória após uma sequência de três derrotas consecutivas na competição. Com 41 pontos, a equipe está na 7.ª posição – 4 a menos que o Palmeiras, o quarto colocado.

Para superar a má fase, o time da Gávea terá o apoio de sua torcida. Na última sexta-feira, mais de 36 mil ingressos já haviam sido vendidos para a partida de domingo. Apesar da suposta vantagem, os jogadores do clube carioca esperam um jogo muito difícil. “O Joinville vai jogar fechado, esperando o nosso erro para conseguir o resultado que lhe interessa. Se formos eficientes no ataque teremos meio caminho andado para a vitória, mas não é apenas no ataque que as coisas vão precisar caminhar. Vamos precisar trabalhar a bola sem dar espaços, sem ficarmos expostos. O Joinville vai entrar em campo com uma situação tranquila e vamos precisar tirá-lo da zona de conforto”, afirmou o zagueiro Samir.

Para o confronto, o técnico Oswaldo de Oliveira não poderá contar com o goleiro e capitão Paulo Victor e o atacante Emerson, suspensos na última rodada. César e Everton devem substituí-los entre os titulares. O treinador também está empenhando em fortalecer a autoestima do centroavante Paolo Guerrero, que ainda não se firmou desde que retornou de lesão.

“(O Guerrero) Sofreu uma contusão pesada, muito dolorida, e a articulação do tornozelo é muito difícil de recuperar. A recuperação é diretamente proporcional a esse evento todo. E isso, claro, está prejudicando o cara. Estou aqui para ajudá-lo. Vai ser muito importante para o Flamengo, nesse ano, no próximo e para sempre”, destacou Oswaldo de Oliveira.