O Paraná pode apreciar o gostinho de dormir na liderança do Campeonato Brasileiro da Série B nesta terça-feira, posição que assumiu ao derrotar o Goiás pelo placar de 2 a 0, em partida realizada no Estádio Durival Britto, pela quarta rodada. Ela acabou sendo antecipada pela CBF por conta do duelo do time paranaense na Copa do Brasil frente ao Atlético-MG.

Com o resultado, o Paraná ficou com quatro pontos na tabela de classificação, contra zero do Goiás, que na estreia foi derrotado pelo Figueirense, em pleno Serra Dourada, por 1 a 0. Mal começo para o campeão goiano sob o comando de Sérgio Soares.

O Paraná precisou de apenas 15 minutos para marcar o seu primeiro gol na Série B. Biteco fez boa jogada pelo lado direito e cruzou. A defesa do Goiás tentou cortar, mas deu de bandeja para Minho, que colocou no fundo das redes. O time paranaense ainda poderia ter feito o segundo na sequência, em falta de Eduardo Brock, rente à trave.

Apesar de ter criado as principais chances de gols, o Paraná perdeu volume após fazer 1 a 0 e deu espaços para o Goiás, que não conseguiu aproveitar as oportunidades e pouco ameaçou o goleiro Léo.

Logo no início do segundo tempo, ambos os times tiveram gols anulados. Carlos recebeu de frente para Léo, mas o árbitro pegou impedimento do goiano. Já na cabeçada certeira de Eduardo Brock, foi assinalada a falta do paranaense.

O duelo continuou movimentado, e o Paraná ameaçando. Biteco cobrou falta no travessão. Já Renatinho deu números finais à partida aos 44 minutos. O meia recebeu passe primoroso em velocidade e tocou por cobertura, sem chances para Marcelo Rangel.

Voltando à segunda rodada, o Paraná enfrenta o Paysandu na sexta-feira, às 19h15, no Estádio Durival de Britto, em Curitiba. No mesmo dia, às 21h30, o Goiás pega o América-MG no Independência, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA:

PARANÁ 2 X 0 GOIÁS

PARANÁ – Léo; Cristovam, Eduardo Brock, Wallace e Rayan; Gabriel Dias (Leandro Vilela), Jhony, Guilherme Biteco e Renatinho; Minho (Felipe Alves) e Pedro Bortoluzo (Robson). Técnico: Cristian de Souza.

GOIÁS – Marcelo Rangel; Pedro Bambu, Everton Sena (Felipe Macedo), Alex Alves e Patrick; Willians, Toró (Jean Carlos), Léo Sena (Juan) e Tiago Luis; Carlos Eduardo e Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Soares.

ÁRBITRO – Devarly Lira do Rosario (ES).

CARTÕES AMARELOS – Eduardo Brock e Jhony (Paraná); Toró (Goiás).

RENDA – R$ 45.015,00.

PÚBLICO – 3.297 pagantes.

LOCAL – Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).