O Atlético Paranaense chegou a fazer pressão sobre o Vasco em alguns momentos do jogo desta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas não conseguiu mais que um 0 a 0 na estreia do técnico Sérgio Soares. O time rubro-negro ampliou a invencibilidade para sete jogos, mas somou somente um ponto, indo para 43, sem conseguir se aproximar mais dos primeiros colocados, ficando na 5.ª posição. O clube carioca está em 11.º lugar, com 37 pontos.

Na tentativa de abrir o placar, o Atlético partiu com vontade para o ataque já no início do jogo, com praticamente quatro jogadores circulando entre os zagueiros adversários. Talvez por não esperar a pressão, os vascaínos não conseguiam tocar a bola. Somente depois dos 10 minutos, o Vasco acertou-se e começou também a forçar jogadas ofensivas, embora os atleticanos continuassem com maior domínio. Mas nenhum dos dois times conseguia oportunidades para arremate ao gol.

O Atlético começou o segundo tempo com o mesmo ímpeto do primeiro e conseguiu criar uma boa oportunidade para Maikon Leite, mas ele tentou driblar e perdeu a bola. Com mais presença no meio de campo, rapidamente o Vasco equilibrou o jogo. O jogo ganhou velocidade a partir da metade da segunda etapa, principalmente por parte do time paranaense, que era empurrado pela torcida, mas sentia a ausência dos atacantes Guerrón e Bruno Mineiro. Principalmente aos 48 minutos do segundo tempo, quando Nieto estava sozinho com o goleiro e cabeceou para fora.

No próximo sábado, pela 29.ª rodada, o Atlético vai à Vila Belmiro para enfrentar o Santos, enquanto que o Vasco recebe o Grêmio, em São Januário. Ambos os jogos começarão às 18h30.

Ficha técnica

Atlético-PR 0 x 0 Vasco

Atlético-PR – João Carlos; Élder Granja, Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Chico, Deivid (Wagner Diniz), Paulo Baier e Ivan Gonzalez; Maikon Leite (Thiago Santos) e Nieto. Técnico: Sérgio Soares.

Vasco – Fernando Prass; Fagner, Cesinha, Dedé e Max (Ernani); Rafael Carioca, Jumar, Felipe Bastos e Zé Roberto; Eder Luís (Nunes) e Rafael Coelho (Alan). Técnico: Paulo César Gusmão.

Árbitro – Paulo César Oliveira (Fifa-SP).

Cartões amarelos – Maikon Leite e Paulo Baier (Atlético-PR); Fagner e Eder Luís (Vasco).

Renda – Não disponível.

Público – 16.161 pagantes.

Local – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).