Criciúma e Vitória empataram por 1 a 1, na noite deste sábado, no Estádio Heriberto Hülse, no interior catarinense, pela 36ª rodada do Brasileirão. O resultado foi ruim para ambos: os donos da casa seguem sob ameaça de rebaixamento, enquanto o time baiano fica mais longe da vaga na Libertadores.

Com o empate em casa, o Criciúma chegou aos 43 pontos e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento, se Coritiba, Bahia e Fluminense ganharam neste domingo. Já o Vitória está com 55 pontos, três atrás do quarto colocado Atlético-PR, que ficaria hoje com a última vaga na Libertadores.

Jogando em casa, o Criciúma aproveitou a empolgação da torcida e dominou o primeiro tempo. A pressão foi tanta que o time conseguiu arranjar um pênalti. Em uma falta cobrada por Lins, o zagueiro Victor Ramos colocou a mão na bola. Wellington Paulista cobrou aos 13 minutos e abriu o placar.

Na primeira etapa, foram poucas as chances realmente perigosas do Vitória. Uma delas aconteceu aos 36 minutos, quando o meia Morais errou a saída de bola e provocou um contra-ataque do time baiano, que terminou com o goleiro Galatto salvando um chuta a gol de Marquinhos.

O Vitória voltou do vestiário com duas alterações que deixaram o time mais ofensivo. Deu certo. Em escanteio logo aos sete minutos, o atacante Dinei aproveitou o vacilo da defesa do Criciúma e empatou a partida. Depois disso, o visitantes passaram a controlar as ações do jogo.

Com a entrada de André Gava, o Criciúma melhorou no final. Ele próprio criou uma boa chance aos 31 minutos, mas Wilson fez a defesa. Depois disso, o time catarinense pressionou nos últimos minutos, parando no goleiro do Vitória, que garantiu o placar de 1 a 1 no Heriberto Hülse.

FICHA TÉCNICA:

CRICIÚMA 1 X 1 VITÓRIA

CRICIÚMA – Galatto; Sueliton, Everton Páscoa, Fábio Ferreira e Marlon; Henik, Serginho e Elton (Bruno Renan); Morais (André Gava), Lins (Cassiano) e Wellington Paulista. Técnico: Argel Fucks.

VITÓRIA – Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel (Danilo Tarracha), Luís Cáceres e Escudero (Alemão); Marquinhos, Dinei e William Henrique (Maxi Biancucchi). Técnico: Ney Franco.

GOLS – Wellington Paulista (pênalti), aos 13 minutos do primeiro tempo; Dinei, aos 7 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Wilson Luiz Seneme (SP).

CARTÕES AMARELOS – Juan e Victor Ramos (Vitória); Sueliton, Henik e Bruno Renan (Criciúma).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).