O Campeonato Brasileiro ainda não começou, mas o Coritiba já estreia pressionado. O time paranaense precisa da vitória diante da Chapecoense neste sábado, às 18h30, na Arena Condá, em Chapecó (SC), para apagar os maus resultados das últimas partidas.

A equipe do técnico Marquinhos Santos vem de um vice-campeonato Estadual humilhante. Perdeu os dois jogos da decisão para o Operário, de Ponta Grossa (PR), sendo o segundo com direito a 3 a 0 em pleno estádio Couto Pereira. Para piorar, no meio da semana, caiu diante do Fortaleza por 2 a 1, no Ceará, no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil.

O clima esquentou e Marquinhos Santos chegou a cobrar publicamente Negueba, um dos reforços para a temporada. “Ele precisa ter atitude. Não adianta só levar a bola para o lado do campo e buscar a jogada do drible em uma zona que não tem nenhuma produtividade. Ele tem que ser mais objetivo”, comentou após a última derrota.

Apesar das críticas, Negueba deve ser titular no duelo em Chapecó. O principal problema para escalação está no ataque. Wellington Paulista sofreu um entorse contra o Fortaleza e está fora da estreia no Brasileirão. Para a vaga dele, o treinador tem como opções Wallyson e Keirrison.

A boa notícia para o treinador é que o nome do meia Thiago Galhardo apareceu no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e está liberado para entrar em campo neste sábado. Além dele, o zagueiro Leandro Silva e o meio campista Ruy, que também foram contratados, estão regularizados para estrear.