O Atlético Paranaense contou com uma tarde inspirada do atacante Walter e surpreendeu o Internacional, na abertura do Campeonato Brasileiro, ao vencer o time gaúcho por 3 a 0, na Arena da Baixada, neste domingo, em Curitiba (PR). O atacante marcou um gol, sofreu um pênalti e deu a assistência que acabou com um gol contra de Paulão.

Ainda sob a desconfiança da torcida, que viu o time ser eliminado pelo Tupi no meio da semana, pela Copa do Brasil, o rubro-negro paranaense mostrava mais entrosamento e em rápidas tabelas não teve dificuldades para furar a defesa colorada.

Aos 14 minutos, Marcos Guilherme avançou pela direita e cruzou por trás da zaga, Walter apareceu na corrida e tocou no canto esquerdo de Alisson.

O Inter, que poupou a maioria de seus titulares, não esboçava reação e somente levou perigo ao gol de Weverton aos 24 minutos, em uma cabeçada de Rafael Moura.

Na segunda etapa, mesmo com a forte chuva que caía, o Atlético mantinha a linha de passes e aos 20 minutos Walter tentou ajeitar a bola para chutar e foi derrubado dentro da área. Felipe cobrou a penalidade e ampliou.

O Inter ainda tentava se organizar e Walter, novamente, recebeu pela ponta direita e cruzou forte, Paulão tentou cortar, mas mandou para seu próprio gol.

O Inter ainda teve chances para descontar, com Paulão, aos 30, e Alan Ruschel, aos 47 minutos, mas a bola parou na trave. No final da partida, Walter preferiu dividir o mérito da vitória com a equipe. “Sabia de nossa qualidade e já havíamos jogado bem contra o Tupi, o grupo todo está de parabéns”, disse.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 3 X 0 INTERNACIONAL

ATLÉTICO-PR – Weverton; Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael; Deivid, Jádson, Felipe (Hernani), Marcos Guilherme (Nikão) e Marco Damasceno (Douglas Coutinho); Walter. Técnico: Milton Mendes.

INTERNACIONAL – Alisson; Léo (Alex), Réver, Paulão e Alan Ruschel; Silva, Claudio Winck (Alisson Farias), Taiberson, Anderson e Vitinho (Valdívia); Rafael Moura. Técnico: Diego Aguirre.

ÁRBITRO – Luiz Flávio de Oliveira (SP).

GOLS – Walter, aos 14 minutos do primeiro tempo; Felipe, aos 20, e Paulão (contra), aos 24 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Eduardo e Silva.

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

LOCAL – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).