O técnico Muricy Ramalho comandará o São Paulo pela primeira vez após ter sofrido uma arritmia cardíaca. Por recomendação médica, o treinador está tentando levar as coisas com mais tranquilidade, só que os jogadores acham que quando a bola rolar, o velho Muricy estará de volta. “Ele está mais calmo, mas quando estiver valendo três pontos, vai ser o Muricy de sempre”, avisa o volante Hudson.

A partida do São Paulo será nesta quarta-feira, às 19h30, no Morumbi, contra o Atlético-PR, pelo Campeonato Brasileiro. Para os atletas, é durante o jogo que será o teste de fogo para o comandante. “Vamos ter a prova amanhã durante o jogo. No treinamento ele está tranquilo”, diz o zagueiro Paulo Miranda. “Deu para ver que ele está mais calmo, tranquilo, procurando fazer o que os médicos passaram para ele.”

O treinador ainda não definiu a equipe que vai entrar em campo e o próprio Hudson ainda não sabe se jogará em sua posição original, volante, ou se será improvisado na lateral direita. “A gente está na dúvida, o Muricy deixou em aberto quem vai entrar. Acho que está tendo um pouco de dúvida, mas posso ir no meio ou na lateral, não sei ainda”, avisa. O time provável que entrará em campo é: Rogério Ceni; Auro, Paulo Miranda, Antônio Carlos e Michel Bastos; Denilson, Hudson, Maicon (Osvaldo) e Ganso; Pato e Alan Kardec.