Depois de ficar seis semanas afastado da MotoGP por causa de uma fratura na perna direita, sofrida no dia 5 de junho em Mugello (ITA), o italiano Valentino Rossi foi o sétimo mais rápido do primeiro treino livre para a etapa de Alemanha do Mundial da categoria, realizado nesta sexta-feira, em Sachsenring.

O heptacampeão mundial, que chegou ao circuito local de muletas e foi liberado para correr apenas na última quinta-feira pelo médico oficial da prova alemã , deu 29 voltas na pista e ficou apenas 20 centésimos atrás do companheiro de Yamaha e líder do campeonato, o espanhol Jorge Lorenzo, o sexto mais veloz da primeira sessão de treinos.

O piloto mais rápido do primeiro treino em Sachsenring foi o espanhol Dani Pedrosa, vice-líder do Mundial, que cravou o tempo de 1min22s521 em sua melhor giro na pista. O segundo colocado foi o australiano Casey Stoner, da Ducati, 0s274 atrás do líder do dia. Os norte-americanos Nicky Hayden e Ben Spies e o italiano Marco Simoncelli completaram o grupo dos cinco mais velozes do treino.

Os pilotos da MotoGP voltam à pista na manhã deste sábado, quando farão o segundo treino livre antes da sessão qualificatória que definirá o grid de largada.