Foram dois anos muito vitoriosos, mas a passagem de Egídio pelo Cruzeiro chegou ao fim nesta quarta-feira. O lateral-esquerdo confirmou nesta tarde que está deixando o clube mineiro para atuar no Dnipro, da Ucrânia. “Vou, vou… Chegou a hora. Estou saindo do Cruzeiro”, disse o jogador, visivelmente emocionado, antes de conversar por um longo período com o técnico Marcelo Oliveira.

O Cruzeiro ainda não oficializou a negociação e, portanto, os valores ainda não são conhecidos, mas o certo é que Egídio está mesmo de partida. Nesta quarta, data da reapresentação dos jogadores, ele apareceu na Toca da Raposa apenas para se despedir dos colegas e falou sobre a saída.

“Só tenho a agradecer aos torcedores por esses dois anos de trabalho do Cruzeiro, de títulos muito importantes. Agradecer à diretoria, ao treinador Marcelo, à comissão, ao elenco. Tive uma passagem muito boa e fui muito feliz no Cruzeiro. Hoje, estou partindo”, comentou.

Egídio desembarcou em Belo Horizonte no fim de 2012. Em dois anos com a camisa cruzeirense, conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro e um do Mineiro. Em 2014, ainda foi eleito o melhor lateral-direito do Brasileirão pela CBF. Depois de uma passagem tão vitoriosa, o próprio jogador já deixa aberta a porta para um possível retorno no futuro.

“Quem sabe um dia eu volto. Quero deixar as portas abertas aqui, porque fui muito feliz. Me emociono porque tive muitas felicidades aqui. Estou indo embora, mas muito feliz. Deixo um abraço a todos os torcedores”, declarou.