O São Paulo perdeu várias oportunidades, mas conseguiu o empate por 0 a 0 ante a Universidad Católica, no Morumbi, pela volta da semifinal da Copa Sul-Americana, ontem.

O resultado classificou a equipe brasileira pela primeira vez à decisão da competição continental. Na ida, em Santiago, os dois clubes empataram por 1 a 1 -o time paulista se classificou por ter feito um gol fora de casa.

Na decisão, a equipe tricolor espera Millonarios, da Colômbia, ou Tigre, da Argentina, que duelam hoje pela outra vaga. O resultado da primeira partida foi 0 a 0.

O São Paulo não disputava uma final sul-americana desde a derrota para o Boca Juniors, na Recopa de 2006. O jogo também marcou a centésima aparição do atacante Luis Fabiano no estádio são-paulino.
Com os titulares de volta e o apoio da torcida, o São Paulo levou perigo à meta da Católica logo no primeiro minuto. Luis Fabiano girou sobre a zaga adversária e chutou à queima-roupa. O goleiro Toselli interveio e evitou o gol.

O time do Morumbi teve posse e volume, mas não tinha pontaria. Rogério e Tolói tentaram de falta. A cobrança do goleiro foi defendida pelo arqueiro rival. O zagueiro parou na barreira. Luis Fabiano ainda criou mais uma oportunidade, porém pecou na conclusão novamente.

No entanto, ninguém conseguiu perder um gol mais feito do que Jadson. O meia recebeu livre, aos 20min, e finalizou. A bola passou rente à trave de Toselli, que foi exigido em outro arremate do camisa 10 e, mais uma vez, levou a melhor.

Na volta do intervalo, Ney Franco e Juan Martín Lasarte não mexeram em suas equipes. O São Paulo continuou pressionando, e a Católica se defendia com faltas. Antes dos 20min, três atletas do clube chileno foram advertidos com cartões amarelos: Costa, Francisco Silva e Alvarez.

Aos 14min, Jadson teve outra chance de ouro para inaugurar o marcador. Novamente, sua conclusão saiu pela linha de fundo. A torcida, então, perdeu a paciência e começou a pedir a entrada do meia Ganso.
Aos 33min, Ganso entrou na vaga do contestado Jadson para a alegria do público presente. Logo após a substituição, Lucas deixou Luis Fabiano na cara do gol. O centroavante, no entanto, chutou em cima de Toselli. No rebote, o próprio Lucas não conseguiu aproveitar a chance.

SÃO PAULO
Rogério; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Wellington, Jadson (Ganso), Lucas e Osvaldo; Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco

UNIVERSIDAD CATÓLICA
Toselli; Álvarez, Martinez, Andía e Parot; Costa, Silva (Obelar), Ríos (Mier) e Cordero; Peralta (Menezes) e Castillo. Técnico: Juan Martín Lasarte

Estádio: Morumbi, em São Paulo
Árbitro: Juan Soto (Venezuela)
Renda: R$ 1.303.532,00
Público: 55.286 pagantes
Cartões amarelos: Rogério, Wellington, Denilson (S), Andía, Peralta, Costa, Silva e Álvarez (U)