Gomide quer dinâmica mais forte
e objetiva para o esporte de
competição e lazer em nosso Estado.

O Encontro de Dirigentes de Esporte e Lazer deve reunir hoje cerca de 900 pessoas entre secretários municipais de esporte, presidentes de federações esportivas, representantes de universidades e agentes de esporte e educação do governo estadual.

O evento, promovido pela Paraná Esporte, acontece durante o dia inteiro no Canal da Música, em Curitiba, e estará recebendo o ministro dos Esportes, Agnelo Queiroz. Segundo o presidente da Paraná Esporte, Ricardo Gomyde, o objetivo do Encontro de Dirigentes de Esporte e Lazer é apresentar e discutir os programas, projetos e atividades do Ministério dos Esportes, da Secretaria Nacional do Esporte e da Paraná Esporte.

Novidade

O Conselho Estadual de Esporte e Lazer será um dos principais assuntos em pauta. O presidente Ricardo Gomyde deve anunciar hoje a recriação do conselho. Segundo Gomyde, a minuta do decreto nº 702, de 28 de abril de 1995, que regulamenta o Conselho Estadual de Esporte e Lazer deve ser assinada pelo governador Roberto Requião e publicada no Diário Oficial nos próximos dias. “Até hoje o conselho só existia no papél e os convidados nunca tinham se reunido. Agora, a expectativa é das melhores e no próximo mês eu acredito que já estaremos discutindo com os conselheiros”.

Cerca de 27 pessoas vão fazer parte do Conselho Estadual de Esporte e Lazer.

São representantes indicados por entidades ligadas ao esporte, como por exemplo a ACEP – Associação dos Cronistas Esportivos do Paraná. O novo presidente, Oswaldo Tavares de Mello, já foi convidado a fazer parte do conselho. Todos serão nomeados pelo Governador do Estado, para um mandato de dois anos, permitida a recondução. Os representantes vão se reunir periodicamente para debater os principais projetos de esporte no Paraná. Jogos Oficiais do Paraná, Lei de Incentivo ao Esporte, Investimentos, atletas de nível olímpico, serão alguns dos projetos que entrarão em discussão com o Conselho Estadual de Esporte e Lazer. “Eu acho que é a primeira vez que a sociedade vai ser chamada a decidir os rumos do esporte do Paraná. O governador Roberto Requião deu um salto de qualidade para os próximos quatro anos”, disse Gomyde.

De acordo com o presidente da Paraná Esporte, a minuta do decreto está no Palácio Iguaçu e em breve será oficializada com uma solenidade. Na área de esporte, além da ACEP, o conselho vai ser composto pelo Diretor Presidente da Paraná Esporte, na qualidade de presidente do Conselho, três representantes da Paraná Esporte, um representante dos dirigentes municipais da área de Esporte e Lazer, no Estado do Paraná, um representante da Federação Paranaense de Desportos Universitários – FPDU, um representante da Associação das Federações Desportivas Amadoras do Paraná AFEDAP, um representante do Sindicato dos Clubes Esportivos, de Cultura Física e Hípicos do Estado do Paraná SINDICLUBES/PR, um representante da Justiça Desportiva do Governo do Estado do Paraná, um representante da iniciativa privada que invista no esporte, indicado pela Associação Comercial do Paraná, um representante da Associação Brasileira dos Clubes da Melhor Idade ABCMI Seção do Paraná, um representante do Conselho Regional de Educação Física da 9ª Região – CREF-9/Paraná, dois representantes do Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado do Paraná, sendo um deles representante dos paratletas e cinco representantes da comunidade, indicados pelo Governador do Estado do Paraná.