Arquivo
O advogado Domingos Moro.

O Engenheiro Beltrão venceu a primeira batalha jurídica pela terceira vaga paranaense na Série C do Brasileirão. O Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná não concedeu o mandado de garantia pedido pelo Iraty e manteve o time do centro-oeste do Estado na competição.

O Azulão pedia a vaga por ter somado mais pontos ao longo do Estadual-08. A FPF, por sua vez, havia indicado o Engenheiro pela pontuação apenas na 2.ª fase do campeonato. A maioria dos auditores acompanhou o voto do relator do processo, Bortolo Escorsim, e o Engenheiro ganhou por 6 a 1. O Iraty, através do advogado Domingos Moro promete recorrer no Superior Tribunal de Justiça Desportiva, última instância. O julgamento deverá ocorrer antes de 6 de julho, data de início da Terceirona. Quem vencer a briga ficará no grupo 15, ao lado de Toledo, Internacional de Santa Maria (RS) e Marcílio Dias (SC). O J. Malucelli é o outro representante paranaense na competição e está na chave 16, junto com Caxias (RS), Brasil (RS) e Metropolitano (SC).

O Engenheiro foi representado por Luís Teixeira e Osires Nadal.