Dado Cavalcanti utilizou, ao longo da Série B, algumas variações táticas. A essência da equipe, porém, quase sempre foi mantida, com atacantes (ou meias) atuando pelos lados do campo. Em alguns momentos, até recorreu à presença de dois atacantes mais avançados. Hoje, o time vai num 4-1-4-1. Com Moacir e Paulinho Oliveira abertos pelos flancos, espera compactar sem perder a velocidade ofensiva.

A necessidade de vencer fez a comissão técnica trocar o “rachão” por um treino tático intenso, mesmo na véspera do jogo. Além desses ajustes, Dado também escalou Henrique Ávila na lateral-esquerda, já que Paulinho foi vetado pelo departamento médico. Na zaga, diante da ausência de Anderson, também machucado, Edimar e Alex Alves voltam a atuar lado a lado, com Brinner ficando no banco.