A CBF divulgou ontem o calendário do futebol brasileiro para 2014. Por conta da Copa do Mundo, que será realizada entre 12 de junho e 13 de julho, o cronograma de competições ficou apertado. Os mais afetados foram os campeonatos estaduais, que terão início em 12 de janeiro e contarão com apenas 21 datas. A tendência é que o Paranaense tenha de ser repensado, pois vem usando o limite de 24 datas.

Este ano, o Estadual já passou por problema semelhante. Em 2013, o número de datas para os torneios regionais eram de 23 rodadas. Para resolver isto, aproveitou-se uma das datas reservadas para a Copa Libertadores, uma vez que não contava com nenhum representante paranaense. Além disso, enquanto a maioria dos outros campeonatos não teve rodada na Quarta-feira de Cinzas, o Paranaense foi disputado normalmente.

Para repetir a dose em 2014, a FPF teria que conversar com a CBF para que em alguma rodada da Copa do Brasil, que em 2013 começou em abril, mas ano que vem terá início em março, não tenha jogos dos paranaenses. Outra saída é desmembrar alguma rodada do Estadual, de acordo com os jogos dos representantes daqui no torneio nacional. Caso Atlético ou Coritiba conquistem uma vaga na Libertadores, que começa em 29 de janeiro, complica ainda mais a situação.

Uma outra solução seria mudar o regulamento do Paranaense. Essa proposta, no entanto, esbarra no Estatuto do Torcedor, que exige que um campeonato mantenha seu regulamento por pelo menos dois anos consecutivos. No entanto, a atual fórmula, usada desde 2011, está valendo até 2014.