João de Noronha
No arbitral realizado em maio, Atlético, Engenheiro Beltrão e J. Malucelli contestaram fórmula. Agora já tem ação contra.

Aprovada pela maioria dos clubes, a fórmula do Campeonato Paranaense de 2008 poderá ser alterada por uma ação do Atlético e do Engenheiro Beltrão. Os dois times protocolaram ontem mandado de garantia no Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná, pedindo a manutenção do formato da última edição.

O pedido, formulado por intermédio do advogado Domingos Moro, é baseado no artigo 9.º do Estatuto do Torcedor, que proíbe mudanças no regulamento das competições pelo prazo de dois anos. No entender do advogado, como a fórmula do Estadual foi alterada em 2007, outra mudança só poderia ser efetivada em 2009.

Na última edição, a primeira fase foi disputada em turno único, e não dentro de cada grupo, como em 2005 e 2006.

E na segunda fase o mata-mata foi substituído por dois quadrangulares, de onde saíram os semifinalistas. Para o torneio de 2008, os clubes haviam aprovado a queda de quatro clubes e um formato semelhante ao de pontos corridos – a diferença é que somente os oito melhores do primeiro turno participariam do segundo.

O TJD agora decide se aceita a liminar, mudando temporariamente a fórmula do Estadual-2008, ou marca julgamento para apreciação do caso.