São Paulo – A derrota do Palmeiras para o São Caetano por 1 a 0, domingo, e a má atuação do time, especialmente no primeiro tempo, fizeram o técnico Estevam Soares mudar o planejamento para o duelo contra o Tacuary, amanhã, em Assunção. O treinador pretendia manter o time que entrou em campo no ABC para o jogo no Paraguai. Porém, adiantou que fará mudanças na escalação – que só serão confirmadas no treino secreto que comanda nesta terça-feira pela manhã, na Academia de Futebol. "Precisamos ser mais combativos no meio-campo e rápidos no contra-ataque", explicou Estevam.

Dessa forma, o volante Marcinho e o atacante Ricardinho devem ganhar nova chance. Curiosamente, Estevam não escalou Marcinho contra o São Caetano com o objetivo de melhorar a saída de jogo da equipe. Mas isso não deu certo, e pior: o meio-campo perdeu o poder de marcação. "Alguns jogadores renderam abaixo do esperado, casos do André Cunha, do Claudecir, do Marcel e do Warley", citou Estevam.

Antes criticado em razão do seu estilo por vezes truculento, Marcinho viu do banco de reservas a derrota para o São Caetano. "Respeito a opinião do Estevam, mas fiquei chateado por não estar em campo", contou Marcinho. "Mas se eu for escalado contra o Tacuary, vou me empenhar muito, porque este é o jogo mais importante da minha vida."

Ricardinho, que atuou no segundo tempo diante do São Caetano, também está animado com a possibilidade de jogar no Paraguai. "Vamos entrar em campo como se fosse um clássico, uma final de campeonato", comparou.

Não está descartada a hipótese de Estevam Soares escalar três zagueiros, com a entrada de Daniel ao lado de Nen e Gabriel. No entanto, o defensor se recupera de uma contratura muscular e não tem presença garantida.

Estevam só confirma a escalação do Palmeiras momentos antes do jogo, em Assunção. Precavido, resolveu realizar o último treino do time, ontem cedo, com portões fechados para a imprensa. "Não vamos dar armas para o adversário, antecipadamente, porque eles nos conhecem, já assistiram a vários jogos do Palmeiras. Nós conseguimos apenas algumas fitas de jogos do Tacuary do ano passado", defendeu-se Estevam.