Foto: Orlando Kissner/O Estado
O técnico Estevam Soares começou a trabalhar ontem no Coritiba e hoje já escala o time para o jogo contra o Icasa.

O Coritiba recomeçou ontem a escrever sua trajetória na temporada 2006. Pela primeira vez, o técnico Estevam Soares comandou os treinamentos, no CT da Graciosa, visando o jogo de amanhã contra o Icasa pela Copa do Brasil.

Apenas os jogadores que não atuaram na vitória de 2 a 1 sobre a Adap, no último domingo, participaram do coletivo observado pelo novo treinador. Enquanto quase todos os titulares faziam um trabalho regenerativo, os demais se desdobravam em campo, para mostrar a Soares que têm condições de brigar por uma vaga na equipe.

Mesmo com o pouco tempo de trabalho, o técnico já pôde tirar suas primeiras impressões sobre o elenco alviverde. ?Foi importante, porque já deu para ver alguns atletas que podem ser utilizados no futuro. Pudemos conversar e ter esse primeiro contato e dei os parabéns pelo empenho com que conquistaram a vitória em Campo Mourão?, elogiou.

Os jogadores também já puderam sentir o estilo do novo comandante. ?Foi um contato muito bom. Deu para perceber que é um treinador que cobra dos seus comandados, o que vai acrescentar muito para o elenco?, analisa o zagueiro Marcelo Batatais.

E o treinador já vai avisando que não vai dar moleza ao grupo. ?O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário. Então vamos trabalhar, trabalhar e se concentrar bastante naquilo que a gente quer, para poder ter esse sucesso?, diz o técnico.

Estevam só definirá o time que encara o Icasa após o treino de hoje, mas já dá uma pista sobre o time que entrará em campo amanhã. ?O que pretendemos para essa partida é mexer o menos possível. A equipe teve uma vitória convincente, apesar de apertada. Então, não há porque mexer. Apenas corrigir algumas coisas que observamos?, afirma. Segundo o treinador, quem for ao Couto perceberá qual será o estilo de jogo do Coxa na seqüência da temporada.

?O torcedor pode esperar um time forte, como no domingo. Não podemos esmorecer. Tem que ter essa mesma disposição, esse ritmo total?, cobra Soares.

Marcelo Batatais garante que o técnico não se decepcionará. ?Com certeza o ritmo será o mesmo. Temos que pensar que não fizemos gols em Juazeiro e por isso não podemos tomar.

O pensamento é não sofrer gols e fazer de tudo para passar para a próxima fase?, diz o zagueiro.

Apenas a vitória garante a classificação do Coxa. Um novo empate sem gols leva a decisão para os pênaltis. Em caso de derrota alviverde ou empate com gols, a vaga fica com o time cearense.