O goleiro Renan lamentou neste domingo o fato de ter estreado no Corinthians com uma derrota para o Cruzeiro, por 1 a 0, no Pacaembu. O jogador acabou tomando um gol de longa distância, marcado por Wallyson, que encobriu o corintiano no confronto em que a equipe paulista perdeu a sua invencibilidade neste Campeonato Brasileiro.

“Ninguém queria estrear assim. Nem eu, nem o Ramon, nem o (Emerson) Sheik como titular, mas infelizmente aconteceu”, disse Renan, que agradeceu ao apoio da torcida e afirmou que o time tem de manter a cabeça no lugar para não perder mais pontos em casa na competição nacional.

“O time tentou de todas as formas. Parabenizo à torcida, que lotou o estádio e nos apoiou. Mérito do Cruzeiro, que soube se fechar (após fazer seu gol)”, reforçou o goleiro, que só estreou como titular neste domingo porque Júlio César luxou o dedo mínimo de uma das mãos no confronto com o Botafogo, na última quarta-feira, em São Januário.

O atacante Willian também lamentou a derrota deste domingo. “A gente queria vencer. O Cruzeiro é um concorrente direto, mas infelizmente não conseguimos o resultado”, afirmou. Ele falou também sobre o fim da invencibilidade do Corinthians. “A gente sabia que uma hora isso ia acontecer. A gente tem um grupo maduro, com a cabeça no lugar. Vamos trabalhar que semana que vem tem mais”, disse, se referindo ao próximo jogo do alvinegro, contra o Avaí, domingo que vem, em Florianópolis.

Já o capitão Chicão destacou a boa partida que realizou o time cruzeirense no Pacaembu. “A gente quer fazer a nossa parte. Infelizmente, a vitória não aconteceu hoje (domingo)”, disse o jogador, para depois admitir: “O Cruzeiro achou um belo gol e soube marcar a nossa equipe”.