Acabou neste domingo o Mare Nostrum, o principal circuito europeu de natação, após três etapas. No último dia de competições em Barcelona (Espanha), Etiene Medeiros, que já havia faturado a medalha de ouro nos 50 metros costas em Cannet (França), há cinco dias, ficou com o bronze na prova.

Praticamente contra as mesmas rivais, a brasileira do SESI-SP desta vez foi superada pela britânica Georgia Davies (27s94) e pela sueca Mie Nielsen (28s11). Se em Cannet Etiene nadou a prova em 27s96, em Barcelona ela completou em 28s14 para ficar em terceiro.

Apesar dos melhores resultados de Etiene terem aparecido em uma prova que não é olímpica, a nadadora de 22 anos reafirma o foco nos Jogos do Rio/2016. E ela ficou ficou feliz com os resultados no meio da temporada. “A gente está no meio da preparação e me foi muito legal, me surpreendi com os tempos. Normalmente nesta época faço os 100m costas com tempos muito mais altos do que fiz aqui e isso me motivou demais, me mostrou uma evolução”, comenta a nadadora.

Depois de disputar as três etapas do Mare Nostrum, ela festeja ter nadado ao lado de algumas das melhores do mundo. Ainda é apenas 83.ª do ranking mundial na sua principal prova olímpica, os 100m costas, Etiene sonha com medalha no Pan-Pacífico, em agosto, na Austrália, nos 50m costas. Atualmente, ela é a quinta do ranking nessa prova.

“Aqui eu queria crescer muito mais mentalmente que fisicamente e volto para o Brasil com uma atitude muito mais positiva. Eu quero a medalha no Pan-Pacífico (que será em agosto, na Austrália). Já fui muito reservada pra dizer isso, mas hoje já corro o risco de dizer. O máximo que pode acontecer e não conseguir, mas hoje estou mais confiante pra falar e trabalhar pra conseguir”, garantiu.

MAIS BRASILEIROS – No segundo e último dia de disputas em Barcelona, Thiago Simon foi o oitavo colocado nos 400m medley (4min31s80). Viviane Junglblut entrou na decisão dos 400m livre com o oitavo tempo e terminou em quinto com 4min19s68. Nadando finais B, Bruna Primati foi 10.ª nos 400m livre (4min17s63) e Giovana Diamante ficou em 13.º nos 200m borboleta, com 2min16s61.As três parte da seleção que vai aos Jogos Olímpicos da Juventude.