Os Estados Unidos colocaram abaixo nesta quinta vários recordes doos Jogos Olímpicos com uma vitória por 156 a 73 sobre a seleção masculina da Nigéria, em partida disputada na Arena de Basquete.

Sem misericórdia alguma dos nigerianos, as estrelas do basquete americano não tiraram o pé do acelerador e, se divertindo, deram mais um passo rumo ao bicampeonato.

O ‘Dream Team’ versão 2012 lidera o grupo A de maneira isolada com seis pontos, um a mais que Argentina e França. Já os africanos estão em quinto lugar e ainda sonham com um lugar entre os quatro classificados da chave.

O primeiro recorde a cair foi o de cestinha dos EUA em um jogo. Mesmo ficando em quadra por menos de 15 minutos, Carmelo Anthony fez 37 pontos e superou Stephon Marbury, que em 2004 tinha feito 31 contra a Espanha.

Depois, foi superada a maior pontuação do país na história dos Jogos. Em Atlanta, os donos da casa fizeram 133 a 70 sobre a China. Até que Andre Iguodala, um “desconhecido” em meio a tantas estrelas, fez uma cesta de três pontos e deixou os EUA com 139, um a mais que a seleção brasileira de 1988, que com Oscar em quadra se tornou recordista batendo o Egito por 138 a 85.

No entanto, ficaram algumas marcas para os americanos derrubarem. A Nigéria não ajudou hoje, e a partida com mais pontos ainda é o triunfo do Brasil por 130 a 108 sobre a China, também em Seul, há 24 anos. Ainda falta também conseguir 100 pontos de vantagem sobre o adversário, algo que a Coreia do Sul e a China conseguiram contra o Iraque em 1948.

Um novo show americano está marcado para o próximo sábado, contra a Lituânia. A Nigéria, por sua vez, tentará vencer a Argentina para continuar alimentando o sonho de ir às quartas de final.