Everton e Liverpool protagonizaram um grande clássico neste sábado, pela 12.ª rodada do Campeonato Inglês. O empate por 3 a 3, no Goodison Park, representou bem o que foi o confronto emocionante e cheio de oportunidades para ambos os lados. Ao fim dos 90 minutos, ambas as torcidas presentes no estádio aplaudiram seus jogadores, satisfeitas com o espetáculo protagonizado por eles.

O resultado manteve as equipes na parte de cima da tabela, sonhando com o título ou, ao menos, com uma vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada. O Liverpool perdeu a chance de ultrapassar o líder Arsenal, que tem 25 pontos, e segue na segunda posição, com 24. Já o Everton ficou na quinta posição, com 21 pontos, e hoje iria para a Liga Europa.

O clássico deste sábado deu mostras do que seria logo nos primeiros minutos. Aos quatro, após escanteio da esquerda, Suárez desviou de cabeça e a bola caiu no peito de Philippe Coutinho. Ele ainda teve tempo de ajeitar mais uma vez, com a coxa, antes de tocar para o gol e marcar o primeiro.

O empate demoraria apenas três minutos. Aos sete, depois de cobrança de falta da direita, Skrtel não conseguiu afastar e Mirallas se antecipou a Gerrard para tocar na saída de Mignolet. Desta vez a alegria do Everton que duraria pouco, já que aos 18 minutos Luis Suárez bateu falta com categoria, por fora da barreira, que estava mal montada, e colocou o Liverpool à frente.

A partir daí, o confronto se transformou em uma sucessão de gols perdidos. O principal deles aconteceu aos 14 minutos do segundo tempo, quando Suárez tentou invadir a área e foi travado. A bola, então, sobrou para Joe Allen, sozinho, de frente para o goleiro, tocar para fora.

O castigo viria aos 27 minutos. Após grande defesa de Mignolet, o Everton armou novo ataque e a bola chegou para Lukaku definir em gol. O próprio atacante seria o responsável por virar o placar aos 37, depois de escanteio da esquerda, com uma forte cabeçada.

Lukaku, no entanto, perderia a chance de matar a partida, ao desperdiçar um contra-ataque em que quatro jogadores do Everton atacavam contra dois do Liverpool. Desta vez, o castigo viria contra os donos da casa. Aos 43, Sturridge, que havia entrado há menos de dez minutos, desviou escanteio da direita para selar o empate.