O Everton segue em alta desde que passou a ser comandado por Sam Allardyce. Nesta segunda-feira, a equipe chegou à quinta partida consecutiva sem perder no Campeonato Inglês ao derrotar o lanterna Swansea por 3 a 1, no encerramento da 18.ª rodada. Os visitantes até assustaram e saíram na frente, mas levaram a virada e seguem afundados na última colocação.

O resultado desta segunda levou o Everton a 25 pontos, já na nona colocação, sonhando com as competições europeias da próxima temporada. No sábado, o time de Liverpool terá a difícil tarefa de encarar o Chelsea, em casa. Já o Swansea manteve-se com 12 pontos e tenta a recuperação também no sábado, quando recebe o Crystal Palace.

Em alta sob o comando de Allardyce, o Everton começou com a posse de bola nesta segunda, mas sem criar grandes oportunidades. Pelo contrário, o Swansea levava mais perigo nos contra-ataques. Mas foi na bola parada que os visitantes abriram o placar. Aos 34 minutos, Carroll cobrou escanteio pela direita, a bola passou por todo mundo e Fer apareceu na segunda trave para bater de primeira.

Mesmo sem grande inspiração, o Everton reagiu no primeiro tempo e chegou ao empate após decisão polêmica da arbitragem. Nos acréscimos, Rooney tocou para Lennon, que foi tocado ao entrar na área e caiu. O mesmo Rooney cobrou o pênalti no canto esquerdo, Fabianski defendeu, mas Calvert-Lewin aproveitou rebote para marcar.

No segundo tempo, o Everton cresceu e virou aos 18 minutos com o belo gol de Sigurdsson. O meia recebeu pela esquerda, foi cortando para o meio e bateu colocado, sem chances para Fabianski. Nove minutos depois, os donos da casa mataram o jogo em nova cobrança de pênalti. Desta vez, Rooney converteu para dar números finais ao placar.