O ex-atleticano Sidcley tomou um grande susto quando chegou em São Paulo, há pouco mais de dez dias. De acordo com informações do portal GloboEsporte.com, ele presenciou um tiroteio em frente ao hotel onde estava hospedado para fazer os primeiros exames no Corinthians. O estabelecimento fica no Jardim Anália Franco, na Zona Leste de São Paulo.

A ocorrência se deu no momento em que o atleta dava entrada como hóspede. Por isso, ao ouvir sons de tiros ele se escondeu na recepção para se proteger. Na rua em frente ao hotel, Wagner Ferreira da Silva, de 32 anos, foi fuzilado. Segundo informações da polícia, o homem era integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) na Baixada Santista e já havia sido condenado por tráfico de entorpecentes.

Ainda segundo o GloboEsporte.com, o atleta foi procurado por meio de sua assessoria de imprensa, mas não quis comentar o caso. O lateral-esquerdo estreia com a camisa do Corinthians às 21h45 desta quarta-feira, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

Depois do episódio, Sidcley se apressou em achar um imóvel e já fixou residência. Ele fica emprestado no Corinthians até dezembro. Em contrapartida, o Furacão recebeu o volante Camacho, que também permanece no Atlético até o final da temporada.

Veja abaixo o vídeo com as câmeras de segurança do hotel; Sidcley é o rapaz de boné preto