Em busca de reviver as melhores fases de seu futebol, a Federação Nigeriana de Futebol anunciou nesta quarta-feira Stephen Keshi como novo técnico da seleção local. O ex-jogador, de 49 anos, era o capitão da equipe da Nigéria que chegou às oitavas de final da Copa do Mundo de 1994. No seu currículo como jogador de seleção, Keshi tem também cinco Copa Africana de Nações disputadas, com um título.

Keshi substitui Samson Siasia, demitido há cinco dias por ter falhado ao tentar classificar a Nigéria à Copa Africana do ano que vem. No jogo que valia a vaga na competição, a seleção nigeriana empatou com a Guiné, em casa, numa partida em que lhe bastava uma vitória simples.

Ficar fora da Copa Africana é só um dos sintomas da crise do futebol nigeriano. Na Copa do Mundo do ano passado, a Nigéria caiu na primeira fase, com duas derrotas e um empate. Na época, o presidente do país chegou a suspender as atividades da seleção, voltando atrás depois. O futebol nigeriano ainda está envolto num enorme escândalo de corrupção.

O novo treinador da seleção não vive grande momento na carreira, também. Em 2006, ele foi demitido da seleção de Togo por falhar ao tentar classificá-la à Copa Africana. Este ano, viveu situação idêntica ao não conseguir levar Mali à competição continental.