O zagueiro Miranda pode estar de saída do Atlético de Madrid, atual campeão espanhol e vice da última edição da Liga dos Campeões. Em entrevista ao canal ESPN, o brasileiro disse que no momento a prioridade é o time madrilenho, mas admitiu que existem propostas de clubes da própria Liga Espanhola e de outros campeonatos do futebol europeu.

“Tenho propostas da Liga Espanhola, da Liga Inglesa e também de outras de menor expressão. No entanto, ainda tenho um contrato de dois anos com o Atlético de Madrid”, disse. “A minha intenção hoje é defender as cores do meu clube”, completou, acrescentando que a multa rescisória do compromisso que tem com o time é de 30 milhões de euros, negociáveis.

Continuando ou não em Madri, é consenso entre especialistas e torcedores o fato de que Miranda foi um dos destaques da equipe espanhola nas últimas temporadas, o que não foi suficiente para que Felipão o colocasse na lista dos 23 convocados para a Copa do Mundo. O defensor disse que vai torcer pela seleção brasileira, mas não escondeu o sentimento de frustração. “Fiquei triste. Tinha bastante esperança de ser chamado, então foi uma decepção”, disse.

O zagueiro que defendeu o São Paulo também deu palpites para o Mundial. Ele foi cauteloso, apostando em Espanha e Alemanha como principais rivais da equipe de Felipão na luta pelo título. Ao ser questionados sobre quais são os maiores favoritos, ele respondeu: “A Espanha, pela experiência e pelos jogadores acostumados a ganhar títulos, e a Alemanha, que também é muito forte, apesar de ter perdido alguns jogadores. Mas, com certeza, essas são as candidatas ao título junto com o Brasil”.