Invicto há dois anos, o ex-lutador da Academia Chute Boxe Curitiba, Maiquel Falcão, acabou tendo o seu contrato rescindido com o Ultimate Fight Championship (UFC), na última semana. Com a decisão dos donos do principal evento de MMA do mundo, o gaúcho não irá mais participar da edição brasileira, que será realizada em agosto, no Rio de Janeiro.

O motivo da sua saída do UFC teria sido um processo judicial ocorrido em 2002, que corre em Pelotas. Apesar de lamentar o fato, Falcão garante que, em breve, estará de volta ao evento. “Sei que eles gostaram de mim e viram que eu tenho condições de lutar de igual para igual com qualquer um da minha categoria. Não tenho dúvidas de que em breve estarei de volta ao UFC”, disse o lutador, em entrevista à Revista Tatame.

Desempregado, Falcão aguarda por convites para retornar ao octagon. “Meu empresário já está conversando com vários eventos do Brasil e do exterior e eu fico apenas aguardando ele me dizer qual será a próxima luta. Meu papel é treinar e estar preparado para vencer e quando ele me disser qual o próximo passo, eu vou lá e faço meu trabalho”, destacou.