O zagueiro Moris Carrozzieri, do Palermo da Itália, foi suspenso preventivamente, após seu exame antidoping ter dado positivo para o uso de cocaína. O jogador foi flagrado em teste realizado após o jogo contra o Torino, no dia 5 de abril, pelo Campeonato Italiano.

“A agência antidoping do Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni), trabalhando com a Federação de medicina esportiva italiana, identificou cocaína no metabolismo do jogador Carrozzierie, do Palermo”, divulgou o Coni em comunicado oficial. A substância encontrada na urina do jogador é a benzoilecgonina, metabólito primário da cocaína.

Carrozzierei, de 28 anos, admitiu a culpa nesta quinta-feira em nota divulgada através do site do clube, e poderá pegar até dois anos de suspensão. Já o presidente do Palermo, Maurizio Zamparini, disse estar frustrado com a notícia, depois do nome do jogador ser relacionado para uma possível transferência ao Milan.

“Ele recebeu quase tudo que ele poderia ter e ainda assim ele acaba nesta confusão”, disse Zamparini. “Claro que esta é uma séria perda financeira para o Palermo, mas ao invés de zangado estou triste por Moris e o ajudaremos em sua recuperação” concluiu.