Ivan será o substituto imediato,
se Fabiano for negociado com
o São Paulo.

O lateral-esquerdo Fabiano, do Atlético, deve ser o próximo a deixar a Baixada. O empresário uruguaio Juan Figger, que é procurador do jogador, está negociando com o São Paulo e nos próximos dias deverá acontecer um acerto. Após ter se destacado no campeonato brasileiro deste ano e com contrato até o dia 31 deste mês, dificilmente ele permanecerá no Rubro-Negro na próxima temporada. Além do tricolor paulista, o Bayern de Munique já demonstrou interesse e também está no páreo para ficar com o atleta.

De acordo com Fabiano, até agora não houve nenhum contato dos dirigentes são-paulinos, mas revela que Figger está intermediando as negociações. “O meu procurador está vendo isso e acho que logo teremos uma definição”, diz Fabiano. Para ele, a transferência viria numa boa hora. “Eu fiz um bom campeonato e me destaquei. Acho que está na hora de uma valorização”, dispara. Em termos de valorização, entenda-se um maior salário. Para ficar em Curitiba, o jogador espera receber o mesmo tratamento dos principais jogadores, ou seja, ver um bom aumento em seu contracheque (hoje em torno de R$ 15 mil).

Já o São Paulo está empenhado na contratação de um jogador para a posição e um forte nome da lista é o de Fabiano, juntamente com Kléber, do Corinthians. Os dirigentes são-paulinos querem acabar com o problema crônico na lateral-esquerda e esperam acertar a contratação o mais rápido possível.

Viagem

Mesmo com os desmentidos da diretoria, o atacante Kléber embarca hoje (às 10h30), em São Paulo, rumo ao México. Ele irá fazer os exames médicos de praxe e assinar contrato com sua nova equipe. Na transação, ele ganhará cerca de US$ 800 mil e o clube ficará com uma quantia próxima a US$ 1 milhão. Na sexta-feira, ele volta a Curitiba para buscar suas coisas e acertar a saída do Atlético.

“Foi um bom acerto, todos estão satisfeitos e agora é só procurar jogar tudo o que joguei no Atlético”, disse, ontem, o atacante à Rádio Clube. Segundo Kléber, a ida para o futebol mexicano é um reconhecimento pelo seu trabalho no time da Baixada. “O Atlético me botou num patamar muito grande e devo tudo isso ao clube”, diz. O jogador, no entanto, só deverá se apresentar ao técnico Ricardo Ferretti no dia 2 de janeiro. O campeonato mexicano está programado para começar no dia 10 de janeiro e Kléber será companheiro do também brasileiro Enílton Menezes (ex-Coritiba).