O Arsenal se nega a negociar o meio-campista Cesc Fabregas com o Barcelona, mas o jogador segue dando declarações de amor ao clube espanhol e admitindo que pretende se transferir. Ele revelou ter tido uma conversa recentemente com o técnico Arsène Wenger na qual sinalizou seu desejo de deixar o clube inglês, o que dificilmente acontecerá diante da recusa do comandante, como reconheceu o jogador.

“Não quer me deixar sair e minha última conversa com ele [Wenger] em Londres foi uma das mais difíceis da minha vida. Foi muito doloroso”, afirmou Fabregas em entrevista à revista espanhola DIR Emotions.

Envolvido em especulações sobre seu retorno à Espanha, Fabregas demonstrou seu carinho pelo Barcelona. “Eu sou Barça, eu sou sócio do clube, eu sinto por essas cores desde que eu era pequeno”.

Mas, apesar do desejo de Fabregas, não será fácil convencer o Arsenal a negociá-lo. O Barcelona já fez uma proposta pelo jogador, que foi campeão mundial pela seleção espanhola na África do Sul, que foi recusada pelo clube inglês.